C A S B A H

C     A     S     B     A     H

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Pedro saiu no seu barco
Seis horas da tarde.
Passou toda a noite,
Não veio na hora do sol raiar.

Deram com o corpo de Pedro
Jogado na praia,
Roído de peixe,
Sem barco, sem nada,
Num canto bem longe lá do arraial.

Pobre Rosinha de Chica,
Que era bonita,
Agora parece
Que endoideceu:

Vive na beira da praia
Olhando pras ondas,
Andando,
Rondando,
Dizendo baixinho:
- Morreu, morreu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário